sexta-feira, 3 de junho de 2011

Polícia Civil terá acesso às imagens do videomonitoramento da PM

Florianópolis (03/06/2011)  – A Polícia Civil de Lages,Criciúma e São Joaquim terá acesso às imagens do videomonitoramento, serviço que é coordenado pela Polícia Militar.
Por determinação do secretário da Segurança Pública César Grubba a Diretoria de Informação e Inteligência (Dini) da SSP através do seu Núcleo de Tecnologia da Informação (Nuti) instalou um software que possibilita o  acesso às câmeras de videomonitoramento nessas três cidades.
O acesso a essas imagens era uma exclusividade da Polícia Militar. A Polícia Civil quando precisava acessá-las tinha que enviar um ofício ou até mesmo se deslocar até o Batalhão da Polícia Militar para ver os vídeos.
Com a instalação de um software a Polícia Civil pode  visualizar as imagens e também ter acesso ao banco de dados de gravações das câmeras eliminando toda uma burocracia estatal. “A partir de agora a Polícia Civil  poderá desenvolver seus trabalhos de investigação e produção de provas com maior independência e de forma mais dinâmica e eficiente”disse o Delegado Geral Aldo Pinheiro D´Ávila que ficou bastante satisfeito com o compartilhamento das imagens.
O equipamento foi instalado nas Divisões de Investigações Criminais de Lages São Joaquim e na Central de Plantão Policial (CPP) de Criciúma. A iniciativa será estendida a outras delegacias de polícia. A ideia é que nos próximos meses as unidades instaladas nas cidades de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Chapecó, São José, Jaraguá do Sul, Itajaí e Balneário Camboriú também sejam contempladas e passem a ter acesso aos vídeos. De acordo com o delegado Mauro Cândido Rodrigues,  diretor de Inteligência e Estatísticas da SSP o acesso dessas localidades depende de questões meramente técnicas.


Foto: Bruna Andrett/SSP



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário