quarta-feira, 22 de outubro de 2014

CCJ da ALESC aprova criação do Dia Estadual da Mulher Policial Civil


Florianópolis (22.10.2014)  – Atendendo uma reivindicação da Delegacia Geral da Polícia Civil, foi aprovado, ontem, 21, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC), o Projeto de Lei 268/2014, do Governo do Estado, que visa à criação do Dia Estadual da Mulher Policial Civil. A data escolhida para a celebração anual é o segundo sábado do mês de setembro. A matéria segue para a Comissão de Segurança Pública.

De acordo com o relator, o deputado Aldo Schneider, a iniciativa atende a uma reivindicação da Delegacia Geral de Polícia Civil.

A iniciativa contempla 1.094 profissionais da Instituição, o equivalente a 31,61% do quadro total de pessoal da Polícia Civil. Segundo o relator, o deputado Aldo Schneider, com um número tão expressivo de mulheres policiais, nada mais natural do que criar um dia especial para homenageá-las.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

97 servidores da SSP se formam em pós-graduação em Treinamento Físico em Segurança Pública


Florianópolis (16.10.2014) -  Foi realizada nesta quinta-feira, 16, a solenidade de encerramento do Curso de Especialização de Treinamento Físico em Segurança Pública, em que 97 agentes da Segurança Pública estarão se formando. O evento foi realizado no Teatro Pedro Ivo Campos.

O curso foi criado a partir do Projeto de Capacitação Profissional em Atividade Física e Qualidade de Vida, firmado através do convênio entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP/MJ) em 2011. Este programa, implementado efetivamente em 2013, iniciou com uma avaliação física de uma amostragem de 5% de cada instituição que compõem a SSP.
Em outro momento, pegou-se estes resultados e foi feita uma análise que levou a um diagnóstico que corroborou com a necessidade de implementação de um programa interinstitucional com foco na promoção à saúde. O curso foi a terceira etapa para capacitar operadores da segurança pública que retornarão às suas lotações e serão multiplicadores de futuros macronúcleos de saúde.

A partir desta capacitação, a Polícia Civil, visando institucionalizar o programa, por meio da Coordenadoria de Saúde Ocupacional, do Setor de Gestão de Pessoas da Instituição, criou o Programa de Incentivo de Promoção à Atividade Física. “Várias atividades já estão sendo programadas para motivar os servidores a se tornarem ativos fisicamente e obter os benefícios para a saúde mental e física que advém desta mudança”, ressalta o policial civil, Gabriel Paixão, responsável pelo programa dentro da Polícia Civil.


Leilão realizado em Chapecó arrecada R$ 348.450,00


Florianópolis (16.10.2014) - A Comissão Estadual de Leilão do Detran/SC realizou em Chapecó o 27º leilão do ano. O evento aconteceu nesta terça-feira, 14, na Associação das Câmaras Municipais do Oeste de Santa Catarina. Sob o comando do leiloeiro Ruy Baldissera foram vendidos veículos e sucatas de veículos, removidos, apreendidos e retirados de circulação por medida administrativa do Código de Trânsito Brasileiro, nos municípios de Chapecó e Concórdia.

Os cerca de 300 participantes de todas as regiões do estado arremataram 426 lotes, sendo 299 sucatas e 127 circuláveis, o que garantiu uma arrecadação de R$ 348.450,00.

Edson Luiz Costella, comerciante de Chapecó conta que veio ao leilão para comprar sucatas, mas diante das boas ofertas de produtos também arrematou um caminhão Ford (F600 – 1974). “Nossa região carece de mais eventos como este e quando temos a oportunidade temos que aproveitar. A comissão está de parabéns pela organização e as melhorias implantadas”, afirmou o arrematante.

Os valores arrecadados servirão para quitar débitos que os veículos apreendidos possuíam com o estado (licenciamento, IPVA e multas); com o município (multas); bem como com os pátios permissionários das prefeituras onde os veículos estavam depositados.

Os próximos serão realizados em Criciúma (21/10), São Bento do Sul (28/10) e São José (4/11). As fotos dos veículos integrantes dos certames podem ser visualizadas no site do Detran/SC, www.detran.sc.gov.br, em Leilão – Projeção de Leilões.

Este ano os leilões contemplaram 63 municípios, com a venda de 17.687 veículos, dentre sucatas e circuláveis, o que garantiu uma arrecadação de R$ 18.412.340,77.

Sistema Virtual de Tiro já atendeu 460 operadores da Segurança Pública em 15 dias de treinamento


Florianópolis (16.10.2014) – O projeto Operação Escola Itinerante já atendeu 460 operadores da Segurança Pública - sendo 60 policiais militares e civis - nas quatro cidades - Concórdia, São Miguel do Oeste, Chapecó e Curitibanos - já atendidas e em 15 dias de treinamento.

O objetivo é  habilitar os operadores da Segurança Pública, no emprego de arma de fogo, por meio de um Simulador Virtual de Tiro (SVT), adquirido pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por convênio com a Secretaria Nacional da Segurança Pública (SENASP).

O resultado da avaliação de satisfação, após o treino, tem surpreendido com mais de 90% dos agentes terem recebido nota máxima “excelente” (5) e demais “muito boa” (4).
Nestes 15 dias de treinamento mais  de 41 mil disparos foram efetuados.

De acordo com o Tenente Coronel Ricardo Ribeiro Freitas, gerente de ensino da Diretoria  de Formação e Capacitação (DIFC) da SSP, a estimativa é atender 2,3 mil operadores até o final do projeto, previsto para dezembro. A próxima cidade a receber o SVT será Lages, em 21 de outubro.

O SVT é um sistema de tecnologia embarcada em caminhão/baú, possibilitando o treinamento simultâneo de até 09 (nove) atiradores, por meio de 03 (três) equipamentos de imagens projetadas em um tela de 3m², com áudio sincronizado ao acionamento do gatilho de armamento do tipo pistola policial.

A sensação para o atirador se destaca em razão da arma ser original, com funcionamento de repetição semi-automático (ciclagem) e com verossímil som de disparo de Pistola calibre.40.Assim a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) aposta que o SVT contribua para o desenvolvimento dos movimentos e o reflexo rápido, além de aprimorar o equilíbrio mental, facilitar a visualização e a aplicação das técnicas de tiro defensivo, ajudando em seu aperfeiçoamento e decisão de tiro.

Santa Catarina é o primeiro Estado do Brasil a adotar este sistema para treinamento policial e de segurança. A “Operação Escola Itinerante”iniciou dia 27 de setembro de 2014 e se encerrará em 16 de dezembro de 2014.  Outras 13 cidades vão receber o equipamento.







quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Governo do Estado institui medalha de mérito para a Segurança Pública


Florianópolis, 15.10.2014 - Santa Catarina passará a ter comenda honorífica própria para a área da Segurança Pública. A medalha de mérito “Luiz Carlos Schmidt de Carvalho” foi instituída por decreto do governador Raimundo Colombo e publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (15). A condecoração será concedida a pessoas físicas e jurídicas que tenham prestado relevantes serviços às causas da segurança pública no Estado.

Luiz Carlos Schmidt de Carvalho era professor especialista em direito de família e promotor do Ministério Público de Santa Catarina. Em janeiro de 1999, assumiu o cargo de Secretário de Estado da Segurança Pública. Apenas seis meses depois, morreu em serviço em um acidente de helicóptero na localidade de Morretes, no município de Tijucas, litoral de Santa Catarina. Em 1991, Carvalho também havia passado pelo Governo do Estado na função de Secretário de Estado da Administração e Justiça.

“Com a medalha buscamos, por dever de justiça, fazer uma homenagem póstuma a uma figura ímpar e exemplar do serviço público do Estado de Santa Catarina. Carvalho foi o único titular falecido no exercício do cargo e durante ato de serviço, a exemplo de inúmeros outros profissionais dos efetivos policiais, cujas vidas ceifadas materializam o sentido do ‘dever-servir’ e do ‘compromisso de sangue’ exigido aos homens e mulheres da segurança pública”, ressalta o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba.

A condecoração será outorgada pelo secretário da Segurança Pública e as cerimônias públicas de entrega serão realizadas nas datas comemorativas do Estado. Conforme o decreto, não poderão ser agraciados com a medalha, bem como poderão ter a honraria cassada, civis e militares condenados judicialmente em última instância à pena privativa de liberdade e, no caso dos militares, também quando punidos por faltas de natureza grave, atentatórias ao pudor individual e ao decoro da classe.

O decreto 2.420 de 14 de outubro de 2014 está disponível em http://doe.sea.sc.gov.br/Portal/VisualizarJornal.aspx?cd=1042.